segunda-feira, 17 de julho de 2017

O Banco da Borracha, em Santarém – 1948

É francamente auspiciosa a notícia que vamos transmitir aos nossos leitores. O Banco da Borracha, dentro de breves dias, começará a operar nesta praça, já estando a instalação de sua Filial, que funcionará à Rua Siqueira Campos, esquina com a Travessa 15 de Agosto, iniciada, sendo de prever que, pela primeira dezena de julho vindouro, tal aconteça.

O Banco da Borracha, que vem de ser reestruturado, estenderá as suas atividades a todos os setores bancários, devendo a sua Filial em Santarém operar em descontos, depósitos, cobrança, transferência de numerário, e financiamento à agricultura, indústria e pecuária. De outro lado, o seu raio de ação abrangerá também os municípios de Itaituba, Faro, Oriximiná, Óbidos, Alenquer, Monte Alegre, Juruti e parte do município amazonense de Borba, banhado pelo rio Tapajós, até onde se fará presente o auxílio dedicado que o Banco da Borracha vem emprestando à economia e ao progresso da Amazônia.
Por isso que, em feliz frase, já foi ele cognominado de o BANCO DA AMAZÔNIA e o seu principal esteio econômico!
Aguardemos, pois, o nosso Banco, prestigiando-o com o nosso apoio e a nossa decidida preferência.

NOTA: Publicado no Jornal de Santarém de 12 de junho de 1948.

Nenhum comentário:

Postar um comentário